Autor: Gazeta Central - 28/09/2020 15h54

Polícia prende seis suspeitos de participarem de furto ao Banco Brasil em Mirante da Serra

Cinco foram presos em uma barreira em Itapuã do Oeste e um, em uma residência na cidade de Jaru, onde foram apreendidas ferramentas e equipamentos utilizados no furto.




A Polícia Militar, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu, na tarde deste sábado (26), seis suspeitos de terem furtado duas armas de fogo e tentado arrombar dois cofres da agência do Banco do Brasil. O crime aconteceu por volta das 02h30 na esquina das avenidas dos Migrantes com Brasil, na cidade de Mirante da Serra.

De acordo com relatos da polícia, o gerente da agência ligou para o 190, informando que a Central de Monitoramento do banco lhe informou que estava acontecendo um furto no Banco do Brasil de Mirante da Serra e que foram identificadas duas pessoas dentro de uma sala tentando arrombar os cofres da agência.

Foi relatado também que a Central de Monitoramento do banco acionou via 190 e informou ao policiais que havia três pessoas portando armas longas no interior da agência. Diante das informações, foi solicitado reforço ao quartel das cidades de Nova União e Ouro Preto do Oeste para realizarem a averiguação do furto.

Com a chegada dos reforços, os policiais se deslocaram até a agência, onde foi realizada uma averiguação na área externa e nada de anormal foi constatado. Dentro da agência, os militares constataram que foi feito um buraco na parede e o arrombamento de diversas portas, além do furto de dois revólveres calibre 38, da marca Taurus, de numeração EY527944 e EY527945, bem como 18 munições calibre 38.

A polícia também informou que os criminosos não conseguiram arrombar os dois cofres onde estava o dinheiro, tampouco os cinco caixas eletrônicos, que continuaram intactos. Ao ser questionado se o gerente da agência havia percebido se mais alguma coisa teria sido furtada, o mesmo explicou que somente após uma verificação mais detalhada poderia saber, mas disse que não foi furtado dinheiro.

Ao realizarem busca pela região, os policiais localizaram um veículo de marca Ford, modelo KA, de cor vermelha, às margens da RO-470 na entrada de Mirante da Serra. E foi constatado que a placa do automóvel estava adulterada. Durante a averiguação do veículo, chegou ao local um caminhão guincho da cidade, cujo motorista explicou que teria recebido uma ligação de uma pessoa que o contratou para levar o veículo até a cidade de Jaru, sendo o veículo apreendido.

Diante dos fatos, foram realizadas barreiras e diligências em várias rodovias do Estado, sendo que, por volta de meio-dia, um automóvel Fiat Strada, com as mesmas características do veículo utilizado no crime, foi abordado em uma barreira na BR 364 no município de Itapuã do Oeste com cinco ocupantes. O veículo foi apreendido e os cinco suspeitos que residem em Porto Velho foram presos.

Foi verificado que o automóvel era alugado e que, ao rastrear o GPS do veículo, verificou-se que ele teria ido até Mirante da Serra e posteriormente adentrando a cidade de Jaru e parado na rua Raimundo Barreto, onde permaneceu por algum tempo.

Os policias obtiveram a informação de que havia uma denúncia anônima na Polícia Civil de que no referido endereço foram vistos alguns homens descarregando um cilindro de gás. Ao ir até o endereço, a polícia se deparou com o morador. No interior da residência foram localizadas uma motocicleta Honda Bros, placa NED-2319, diversas ferramentas e equipamentos, entre eles: máquina de policorte, marteletes, disco de cortes, cilindro de gás, quatro ponteiras para martelete, varetas utilizadas em máquina de solda, roupas sujas, celulares, chave do veículo Ford KA e quatro munições calibre 38.

Ao questionar o morador da residência, o mesmo relatou que participou do furto e que os objetos em sua moradia tinham sido deixados pela manhã de sábado (26) pelos seus comparsas, e que sua participação no furto era de ficar em sua motocicleta vigiando e ajudando a descarregar os equipamentos. O morador da residência foi preso e entregue juntamente com as ferramentas e equipamento, bem como a motocicleta, na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Jaru.








NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade